Monitoramento eletrônico: Superando desafios operacionais e logísticos durante a pandemia

Artigo

Jim Walker

A pandemia da COVID-19 interrompeu a logística e as operações em todo o mundo. Em resposta, muitos países implementaram alguma forma de aprendizado remoto. 

A resposta do setor de monitoramento eletrônico durante a fase inicial do COVID-19 focou na implementação de modalidades de aprendizagem remota como medida de emergência. À medida que pandemia evoluiu, as respostas de monitoramento eletrônico também evoluíram. 

As empresas de vigilância eletrônica tiveram que rever suas formas de fazer formações e demonstrar suas soluções; os mesmos pré-requisitos tinham que ser expressos, não fisicamente, mas via software de videoconferência. 

A pandemia do novo coronavírus tornou os pré-requisito mais urgentes. Os trabalhadores de todas as indústrias devem descobrir como podem se adaptar às condições em rápida mudança e as empresas têm que aprender a igualar esses trabalhadores a novas funções e atividades.

 Essa dinâmica vai além do trabalho remoto — ou de automação e inteligência artificial. Trata-se de como os líderes podem requalificar melhorar as habilidades da equipe de trabalho para entregar novos modelos de negócios na era pós-pandemia. 

Quando a formação a distância não era possível (recusado pelo país em questão), as empresas de monitoramento eletrônico tinham que pedir à embaixada ou ao Ministério da Saúde do país em questão privilégios para viajar dentro do país.

Com o cancelamento de muitos voos comerciais, fomos forçados a encontrar soluções logísticas para se locomover pelo país. Era necessário planejar uma quarentena na viagem externa e no retorno.

Os cursos de formação foram mais longos porque as regras de distanciamento impossibilitaram ter um grande número de interlocutores em uma sala. 

Graças à pulseira GEOSATIS, o formador não precisa estar em contato com a equipe de formação. O dispositivo GPS GEOSATIS é o único produto que não necessita nenhum contato físico para instalação e remoção do dispositivo. Leia mais sobre este tópico em um artigo anterior da JUSTICE TRENDS. 

A formação a distância é muito simplificada com o software de monitoramento da GEOSATIS. A plataforma fácil de usar é muito gráfica, colorida e visual. Além disso, há mensagens precisas sobre o estado das pulseiras, alarmes, zonas, calendários e toque de recolher. 

A plataforma da GEOSATIS facilitou a formação e a resposta a perguntas durante esses tempos pandêmicos, quando formação a distância se revelou fundamental para enfrentar os desafios atuais. 

Jim Walker

Jim Walker é CEO da GEOSATIS. Ele tem mais de trinta anos de experiência na indústria de monitoramento eletrônico e ocupou cargos de gerência executiva em várias empresas com o objetivo de crescimento, lançamento de produtos e preparação bem-sucedida das empresas para aquisição. Jim cofundou a Gabriel Technologies, uma empresa de segurança de alta tecnologia, que foi vendida para a Qualcomm e cofundou a NS2, LLC, uma empresa focada em regentrificação no centro-oeste dos Estados Unidos.

Publicidade

Curtir / Compatilhar

Alterar idioma

Explore mais

Cursos online: Corrections Learning Academy

Comunidade profissional: Corrections Direct

Recursos: Crime Solutions

Recursos Crime Reduction Toolkit

More stories
CIRA: Avaliação de preparação para incidentes críticos